Trabalho voluntário na terceira idade ajuda a combater a depressão

Fazer a diferença na vida de alguém sem esperar algo em troca. Esse é o papel de homens, mulheres e idosos que atuam dedicando seu tempo e talento para causas de interesse social ou comunitário. Mas, a verdade é que esse tipo de trabalho é uma via de mão dupla. Ou seja, os benefícios não são apenas para o bem estar da pessoa que está recebendo carinho e atenção do voluntário.

O indivíduo que realiza o voluntariado também percebe diversos benefícios para o seu dia a dia como o aumenta da autoestima, diminuição da ansiedade e do estresse. Outro benefício é que ele pode ser um aliado no combate à depressão na terceira idade. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 20% da população idosa sofre com depressão. No Brasil, o número gira em torno de 15%.

Esse problema está relacionado com o sentimento de exclusão social. Na terceira idade, a depressão é comum porque pode estar ligada com fatores biológicos, sociais ou psicológicos. Contudo, uma atividade eficaz para a modificação deste cenário é o trabalho voluntário.  Ao fazer um trabalho social você consegue construir laços e conhecer diferentes pessoas, o que ajuda a tornar a vida mais divertida e menos artificial.

Mais um benefício é que como através do trabalho social é possível demonstrar suas habilidades e experiências de vida através da ajuda e apoio a outras pessoas, acaba aumentando também a sua motivação para realizar tarefas no dia a dia